10 Conselhos P/ Viver bem em Família!

A vida junto da sua família é uma experiência só, porque juntos eles compartilham histórias, tomam decisões importantes como; comprar uma casa, carro e etc, geralmente coexistem no dia a dia. Deve-se notar que, para qualquer membro da família, o lugar onde moram é considerado um refúgio, o lar é sagrado; um lugar onde eles podem ser eles mesmos sem medo de serem julgados, uma vez que estão cercados por seus entes queridos. No entanto, chega um ponto em que a coexistência é monótona, os níveis de estresse aumentam, pois parece que você não tem um lugar para relaxar, pensando nisso separei 10 dicas para tornar a SUA vida familiar mais harmoniosa! 😉 

1. Aprecie a companhia de cada membro da família!

Às vezes, o estresse do trabalho é levado para casa, causando brigas, argumentos fortes e feridas emocionais que marcam as pessoas de sua família. Você deve aproveitar um pouco mais da companhia da família e saber respeitar. Trate de deixar o estresse no trabalho no trabalho senão você acaba estressando também sua esposa, as crianças e os demais caso o tenha a mais. Deve aproveitar  mais o tempo que tem com as crianças, porque num piscar de olhos elas crescem e você perde esse momento único. Faça de tudo para manter essas lindas lembranças familiares que duram para vida toda, assim desfrutando de momentos familiares de qualidade.

2. Compartilhe boas histórias!

Pegue o almoço, jantar, lanche, ou qualquer momento em quem estão comendo para contar histórias boas da família e maximizar os vínculos. As crianças sempre querem saber como os jovens viveram há 20 anos atrás e as histórias são a melhor maneira para contá-las. Após o almoço ou durante qualquer refeição, pergunte o que eles fizeram durante o dia e, se contar uma história, complemente dizendo algo que você fez quando era jovem.

3. Coloque o casamento em primeiro lugar

A rotina é o câncer de todo relacionamento a dois. Se você já tem filhos, precisa encontrar uma maneira de reviver a chama do amor que aos poucos se apaga; organize um jantar romântico em casa ou em um restaurante. Você pode arrumar qualquer entretenimento para fazer com sua esposa e ter um bom tempo só vocês dois sem a companhia dos filhos. Se você ainda não tem filhos, então você tem mais tempo! então tem o dever de ser mais atencioso(a) com o seu parceira(o). Não deixe a rotina consumi-los, isso é fundamental para ter um relacionamento duradouro.

4. Compartilhe o jantar juntos

A hora do jantar é o momento ideal para compartilhar com a família, pois todos fazem uma pausa em suas atividades diárias no fim do dia, evite distrações como; assistir TV enquanto come ou entretém seus filhos, se eles são pequenos, com brinquedos por exemplo. Concentre-se no momento em que você está passando e aproveite ao máximo.

5. Se divirtam juntos

Organize passeios em família para que seus filhos tenham boas lembranças da infância. As crianças crescem rápido demais e elas geralmente lembram de tudo; Se você se lembra da última vez que os levou no parque, no shoping ou para passear? se sim! ótimo, se não, eles também se lembrarão de quando você os manteve trancados em casa por um bom tempo sem diversão nenhuma, pode apostar que eles vão te cobrar isso.

6. A família em  primeiro lugar! 🙂 

Este lema será reforçado com o tempo e a convivência. Em cada família deve haver regras, mas também deve haver momentos de diversão e alegria, onde as experiências são compartilhadas e a boas memórias são formadas. Da mesma forma, deve ser ensinado que a família sempre estará presente para apoiar cada um dos membros quando eles mais precisarem e que sempre haverá confiança entre vocês. Com o tempo, isso formará um senso de comunidade familiar que todos considerarão uma prioridade, mesmo depois que todos seguirem seu próprio caminho. Caso contrário, se a família só tiver regras e não fomentar um ambiente de compreensão, os membros da família, especialmente as crianças, procurarão apoio e compreensão em outro lugar. 😉 

7. Limite as atividades extracurriculares de seus filhos

Atualmente, os pais sobrecarregam seus filhos com atividades extracurriculares. Essas atividades são utilizadas como recurso devido às constantes horas de trabalho ou as tarefas domésticas que os pais realizam que os impedem de cuidar delas. Portanto, a mãe ou pai se tornam autoritários nas obrigações. Isso não só aumenta o estresse em todos os membros da família, mas também reduz o tempo que eles passam juntos. Para evitar isso, recomenda-se escolher participar de atividades familiares extracurriculares juntos.

8. Organize entretenimento costumeiros para a familia

Essas atividades podem ser eligiosas, como por exemplo ir a missa ou culto ao domingo ou qualquer que seja a sua expressão religiosa ou mesmo os passeios famíliares. O importante é que todos se agradem com essa atividade, como ter uma noite no cinema, passear aos domingos ou ir sempre uma viagem durante os feriado e férias em particular, com o tempo estas mesmas atividades serão lembranças agradáveis ​​e serão respeitados por todos os membros da família. Essas atividades não devem ser rígidas ou obrigatórias, porque a única coisa que vai produzir neles são lembranças ruins o que atrapalha muito no bom convívio familiar.

9. Sempre busque não alterar o tom de voz…

Os erros são corrigidos falando e explicando de forma certa e com tom de voz sereno, orientando e não julgando. Gritar não resolve nada, apenas torna o ambiente mais tenso para a criança e vive com medo de cometer um erro. É fácil perceber quando uma criança vive assustada; quando estão errados, entram em desespero e começam a mentir para se livrar da culpa. Conversar é a melhor maneira de corrigir os erros, tenha isso em mente para a próxima vez que você notar seu filho cometendo um erro.

10. Nunca brigar na frente das crianças

Na vida familiar é comum ter discussões entre o casal, que podem ser sobre coisas insignificantes que acontecem no momento ou até questões que podem destruir o núcleo familiar. Não importa sobre o que o desentendimento é, não discuta na frente das crianças, pois isso pode criar traumas nele ou fazê-lo acreditar que a confusão é algo natural ou bom. Resolva seus problemas dentro de quatro paredes sem chegar ao ponto de estar gritando o tempo todo. Lembre-se que as paredes não são aprova de ruídos e, eventualmente, o seu filho pode ouvir e se perguntar se a culpa da briga de vocês provem dele.

Espero que essas dicas ajudem você a melhorar a vida familiar. Desta forma, todos os membros dela irão crescer juntos em harmonia e ter uma vida melhor. 😉 

10 Conselhos P/ Viver bem em Família!
3 (60%) 1 vote
Gostou do Artigo, Compartilhe com os Amigos!

Comentários no Facebook